A ARTE ENTRE NÓS Seguir o Blog!
05/08/2016. HELIO RODRIGUES
Costumo pensar a intolerância como produto de ambientes frágeis e desestruturados. Apesar de parecer o contrário, os intolerantes não se acreditam verdadeiramente; se enxergam pequenos e, por não suportarem a própria pequenez, se apegam à arrogância podendo levá-los à discriminação e ao preconceito. Isso não é privilégio de um grupo social específico. Estejam à margem ou inseridas na sociedade formal, as pessoas me parecem mesmo desnutridas, desconectadas. Vivemos uma sociedade partida e frágil. Precisamos pensar soluções. Apesar de parecer muito simples, a arte salva. Ela se nutre das dúvidas, dos restos desprezados, dos medos e das diferenças. A arte nos liga. Essa exposição tem a intenção de nos levar à reflexão sobre as distâncias e as aproximações. Os jovens que participaram dessa experiência trazem a possibilidade. www.facebook.com/exponoespacoentrenos http://noespacoentrenos.blogspot.com.br
Tags: arte-educação, diversidade, identidade




Leia também: Tempo Fugaz


powered by eLearning fit